Siga a Campo Fácil:

Blog

Comida a qualquer hora

6 de julho de 2017

|

em

Cochos

Cochos móveis que se ‘autoabastecem’ facilitam manejo alimentar do rebanho.

Trecho da matéria publicada na revista DBO na edição de junho de 2017 

 

Por: Ariosto Mesquita, de Campo Grande, MS

Quem também foca no mercado de cochos autosserviço é a empresa Campo Fácil Soluções Agropecuárias, de Campo Grande, MS. Ainda dentro do primeiro semestre de 2017 pretende lançar um modelo modular fabricado em polietileno com reservatório para suplementação líquida. Sua autonomia prevista é de até 40 dias (serão quatro opções, variando de 1.200 a 2.000 litros de capacidade para armazenagem).

Dentro do planejamento da empresa, as primeiras unidades serão comercializadas a partir de 20 de maio. O projeto foi desenvolvido por solicitação da empresa Líquida Nutrição Animal, também de Campo Grande.

Apesar disso, o diretor da Campo Fácil, João Henrique Girolometto, garante que não haverá venda casada: “Posso atender normalmente aos clientes de outras empresas que porventura comercializem suplementos líquidos”.

No próximo ano, a Campo Fácil pretende lançar um cocho modular e móvel para suplementos sólidos. Além de acompanhar os lotes em pastos e piquetes, permitirá o animal se alimentar a qualquer momento.

A novidade deste modelo é seu caráter automático, ou seja, será possível a execução de uma programação prévia de abastecimento das linhas para que sempre haja alimento disponível. Ambos estão em fase final de testes.

 

Desde 2014 a empresa trabalha com a linha “Giro Cocho”, modelos arredondados, fabricados em polietileno, com espaço para armazenamento. Porém, as linhas de alimentação necessitam do homem para abastecê-las.

“A vantagem é que o depósito pode ser carregado em intervalos de até 45 dias, em média, permitindo que os funcionários das fazendas tenham mais tempo para outras atividades”, observa.

O modelo menor (Giro Cocho 1500) tem 2,5 metros lineares de cocho, atende perto de 10 animais simultaneamente, pesa 28 kg (vazio) e armazena até 240 kg de sal mineral (30 kg cada). O maior (Giro Cocho 2100) tem cinco metros de linha de cocho, suporta 20 cabeças, pesa 52 kg e seu depó- sito recebe até 540 kg de suplemento mineral.

 

“O transporte pelos piquetes pode ser feito com o apoio de caminhonetes, carretinhas ou mesmo à mão por duas ou três pessoas caso estejam vazios. Apenas não recomendamos arrastá-los”, avisa o empresário.

 

 

Gostou? Compartilhe:

30 de maio de 2017

|

em

Cochos
Conheça os melhores modelos de cochos de suplementação bovina para pecuária extensiva

30 de maio de 2017

|

em

Cochos
Produção e Logística do Giro Cocho